Revisitando o legado do RUN-DMC inspirado na série ReMastered da Netflix

A trajetória RUN-DMC, pioneiros do RAP, na série ReMastered, investigando “Quem matou Jam Master Jay?”

A série ReMastered da Netflix, chega ao Rap após ótimos episódios com Bob Marley e Johnny Cash, agora é o assassinato nunca esclarecido de Jam Master Jay, DJ, original do Brooklin, e responsável pela sonoridade do Run-DMC, um dos mais bem sucedidos combos surgidos com a explosão da cultura Hip Hop, que de Nova Iorque ganhou o mundo.

Nos anos 80, o Run-DMC causou impacto global, tanto pela força de suas rimas e conceiro musical, quanto pela fusão entre RAP e Rock, que colocou o trio no topo das paradas globais, com a super re-leitura de “Walk this Way”, do Aerosmith.

O episódio é bem interessante mas ao mesmo tempo muito triste, pois mostra o pouco interesse das autoridades em resolver o caso, fato comum nas mortes de artistas do RAP nos Estados Unidos.

Em “Quem matou Jam Master Jay”, vemos amigos e familiares do músico ainda na busca pela verdade, mesmo tantos anos após seu assassinato.

ReMastered: Quem Matou Jam Master Jay? + ´playlist Top10 Run DMC

Nos minutos iniciais, a série nos brinda com cenas inéditas de bastidores e do início do estilo nos Estados Unidos, passando pela entrada de Jason William Mizell (Jam Master Jay) no grupo, e pelas gravações que rapidamente os levaram ao topo das paradas.

Jam Master Jay nunca abandonou sua comunidade no bairro do Queens na periferia da megalópole, onde montou estúdio e produtora musical, influenciando na descoberta de novos artistas para o universo do RAP.

O maior mérito da série está em colocar luz nos fatos que envolveram sua morte, passando por diversas teorias, incluindo seu envolvimento com traficantes locais, problemas financeiros e pela falta de rumo artístico do grupo após os anos de ouro nos 80´s.

Aproveitamos a inspiração e criamos a playlist – Top 10 sons do Run DMC – Ouça no volume máximo !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: