O mito Legião Urbana desperdiçado em vão… até quando ?

Para os Fãs da banda, o Tour Legião Urbana 30 anos, com foco nos álbuns Dois e Que País é Este, é a grande novidade do ano!!

Apesar de trocentas bandas covers destruírem as canções de Renato Russo e Cia em preguiçosos botecos que não dedicam espaço para sons autorais, o legado da banda sobrevive.

href=”http://www.vishows.com.br/wp-content/uploads/2018/08/8179712682_1e2de82413_z.jpg”> Renato Russo líder da Legião Urbana – estátua Ilha do Governador[/c

Mesmo com Marcelo Bonfá, Dado Vila Lobos e Giuliano Manfredini não conseguindo sentar numa mesa e resolver as diferenças de grana, sons como Pais e Filhos, Que País é Este, Índios, Perfeição, Será e muitas outras, parecem mais atuais do que nunca e ainda inspiram fãs de diversas gerações.

É assim que me sinto quando vejo o novo tour Legião Urbana 30 Anos, que acho um ótimo show por sinal, mas que me faz lembrar que se contentar com esses shows de revival atuais, ou eventos da Legião Urbana Produções, como muito pouco para dar o devido valor às canções de Renato Russo.

Rocker e poeta de altíssimo nível, Renato, em somente 8 álbuns de inéditas, colocou rapidamente sua banda entre as maiores do rock nacional, com mais de 25 milhões de álbuns vendidos.

Mas na real, os fãs andam sendo castigados pela falta de lançamentos que seriam essenciais para que a Legião Urbana pudesse ser lembrada como merece.

Existem diversos sons originais do grupo que inundam canais da web com péssima qualidade, e que mesmo assim têm milhões e milhões de visualizações.

Imaginem como seria um DVD/CD com shows, gravações em rádios e TVs, sons inéditos e versões alternativas de clássicos… acho que não faz nem sentido os caras não entrarem em acordo e cuidarem com mais carinho da própria banda que os une.

Quem viu Renato Russo nos 80’s e mesmo nos 90’s sabe bem o quanto ele acharia ridículo isso tudo.

Renato Russo foi um cara que nunca se escondeu, enfrentou mesmo antes da fama o autoritarismo da Ditadura Militar, mas que escolheu a poesia, o rock, a paz e o amor como armas para que o nosso país pudesse ser um dia melhor.

E justamente hoje em dia, onde o medo e o ódio se misturam com o preconceito para manipular corações e mentes, sua mensagem chega com muito menos qualidade e para muito menos gente do que poderia.

Valeu pra quem aguentou o desabafo e segue o link com as informações do novo tour da versão atual da Legião Urbana, iniciativa que tem repertorio focado nos álbuns “Dois” (1986) e “Que País é Esse”(1988).

Playlist 10 sons pela paz a todos legionários

 

3 comentários em O mito Legião Urbana desperdiçado em vão… até quando ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: