4 músicas com participações/referencias/samples a Stephen Hawking

Sons de Pink Floyd, Radiohead, Anathema e Symphony of Science com Stephen Hawking

No dia 14 de março de 2018 o físico teórico e cosmologista Stephen Hawking faleceu aos 76 anos. Nos deixando um vasto legado de conhecimentos científicos.

Stephen Hawking RIP

Sua imagem se tornou tão popular no mundo que muitas referencias lhe foram feitas na cultura pop, principalmente na música. Listamos aqui 4 músicas/momentos em que a “voz” de Stephen Hawking é utilizada dentro da música.

Pink Floyd – Keep Talking – Talvez a referencia mais famosa de Stephen Hawking no ambiente musical.

A música presente no disco The Division Bell (1994) da banda inglesa de rock progressivo possui um sample da voz do físico. Trata-se de uma peça publicitária lançada no mesmo ano do álbum pela British Telecom.

No comercial o físico diz “por milhões de anos a humanidade viveu como animais. E alguma coisa aconteceu, que permitiu usarmos o poder da nossa imaginação: nós aprendemos a falar”. David Gilmour gostou tanto da propaganda, que acabou sampleando-a para a música, tornando esse o momento marcante para os ouvintes.

Radiohead – Happier Fitter

A voz do físico é tão marcante que muitos ouvintes ao ouvir a música no disco Ok Computer (1997) acreditaram que a voz da música era a do próprio físico. Quando na verdade era do historiador Fred Cooper sintetizada pelo aplicativo SimpleText do Macintosh.

Anathema – Keep Talking (Pink Floyd cover) – A banda de Doom/Gothic-Metal inglesa teve uma participação do físico durante um dos seus shows.

No dia 1 de julho de 2016 nas Ilhas Canárias (Espanha) a banda tocou um cover de “Keep Talking” do Pink Floyd, onde o próprio Stephen Hawking “cantava” sua participação na música. SENSACIONAL !!

Symphony of Science – ‘A Glorious Dawn

Como música inicial do projeto lançado em 2009, trata-se de um projeto do produtor John D. Boswell, onde é retirado audios de seriados sobre físicos e inseridos n um contexto musical.

Na música o produtor usou e remixou alguns trechos das séries “Cosmos”, com participações do físico Carl Sagan e “Stephen Hawking’s Universe“, dando um resultado bem interessante.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: