Green Day detona em noite de rock para todas gerações

O Green Day deu shows perfeitos nessa nova passagem pelo Brasil em 2017, comprovando que ainda tem enorme público por aqui e que a banda definitivamente se garante como um dos grandes performers do rock na atualidade.

Conferimos de perto a apresentação que rolou em Sampa no Anhembi, mas apesar da enorme vontade de detonar um show “punk” com ingressos caríssimos, pista VIP, Food Trucks moderninhos, cerveja cara e ruim, o Green Day em São Paulo foi sem dúvida um puta show de rock, daqueles que os presentes irão recordar por anos e anos.

Mais do que vale ressaltar o ótimo show de abertura do The Interrupters, quarteto californiano de responsa que conquistou a galera com seu Ska/Punk energético e melódico.

Voltando ao Green Day !!

O trio clássico da banda com Billie Joe Armstrong (voz e guitarras), Mike Dirnt (baixo) e o sempre figuraça Tré Cool (bateria), apesar do passado underground, nunca me convenceu como banda punk, sendo inclusive adjetivados nos 90´s como pop punk.

Mas isso não quer dizer que não fossem uma ótima banda, pois na época emplacaram mega hits em rádios rock e pop, como “Longview”, “Basket Case”, “When I Come Around”, “J.A.R.”, “Geek Stink Breath”, “Brain Stew/Jaded”, “Walking Contradiction” e “Stuck with Me”.

Green Day em SP

Apesar de respeitá-los como banda, só passei a levar os caras mais a sério já nos anos 2000, com o álbum American Idiot (2004), que se de um lado pode ter decepcionado fãs dos 90´s por abandonar o estilo original, os aproximou de novos públicos, consolidando a banda como uma das formações roqueiras mais queridas e bem sucedidas dos últimos anos.

No show todos os tipos de fãs do Green Day saíram felizes, já que em mais de duas horas, a banda turbinada por 3 ótimos músicos de apoio, fez de tudo um pouco, exercitando o espírito da palhaçada e da contestação com a mesma intensidade, não esquecendo de ganhar a platéia chamando fãs para cantar no palco e tocar guitarra com a banda.

Justamente esse mix é um dos motivos de sucesso da banda, que tem ainda o peso e pegada punk preservados, mas não abre mão das baladas e momentos de pura diversão roqueira, incentivando rodas de pogo, stage dives, coros e interação com o universo de celulares.

Sabiamente os caras pularam as canções da trilogia “¡Uno! ¡Dos! ¡Tré!“, e das sonzeiras mais novas focaram nos álbuns American Idiot (2004), 21st Century Breakdown (2009) e o mais recente Revolution Radio (2016).

Vida longa ao Green Day !! Voltem sempre !! Rock + Atitude + Diversão!!

Confiram nossa playlist do You Tube do Vi Shows e o setlist do show do Green Day em São Paulo

  • Know Your Enemy
  • Bang Bang
  • Revolution Radio
  • Holiday
  • Letterbomb
  • Boulevard of Broken Dreams
  • Longview
  • Youngblood
  • 2000 Light Years Away
  • Armatage Shanks
  • J.A.R. (Jason Andrew Relva)
  • F.O.D.
  • Scattered
  • Nice Guys Finish Last
  • Waiting
  • When I Come Around
  • Welcome to Paradise
  • Minority
  • Are We the Waiting
  • St. Jimmy
  • Knowledge (Operation Ivy)
  • Basket Case
  • King for a Day (citação de “Garota de Ipanema”)
  • Medley com (Shout / Always Look on the Bright Side of Life / Break on Through/ Satisfaction / Hey Jude)
  • Still Breathing
  • Forever Now
    Bis
  • American Idiot
  • Jesus of Suburbia
    Bis 2:
  • 21 Guns
  • Good Riddance (Time of Your Life)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sobre o autor(a):
Testemunha ocular e sobrevivente dos anos 80, com vasta experiência como público pagante de shows e festivais, amante dos melhores sons e estilos. Nativo Digital e idealizador do Blog Vishows. Blogueiro Ativista, Podcaster, Educador Social, Empreendedor e Profissional de Marketing e Comércio Eletrônico.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: