The Avalanches inspirados no clipe de “Because I’m Me”

The Avalanches - Because I'm Me

The Avalanches – Because I’m Me

Com Wildflower (2016) os australianos do The Avalanches garantiram espaço com um dos mais inspirados e dançantes trabalhos do ano, e com o sensacional vídeo de “Because I’m Me” os caras mostram que além da super sonoridade calcada na black music da virada dos 60´s para os 70´s, tem criatividade de sobra para se expressar em clipes marcantes.

Nesse ano já haviam lançado o divertidíssimo e apocalíptico Frankie Sinatra, mas com  “Because I’m Me” o combo liderado por Robbie Chater e Tony Di Blasi, atingiu um novo patamar criativo, num clipe que já é considerado um dos melhores de 2016.

O álbum é o primeiro trabalho do grupo desde Since I Left You (2000), mas a espera pelo visto valeu mesmo a pena, já que “Wildflower” em seus mais de 60 minutos de audição nos pega pela inteligência e balanço black, onde “Because I’m Me” brilha como principal composição.

O vídeo dirigido por Greg Brunkalla, foi filmado numa estação de metro em Nova Iorque, ajudando no clima retrô, e mostra um ainda adolescente num paixão impossível por uma funcionária do Metrô, que não se emociona com toda demonstração de amor, graça, dança e doçura puramente juvenil.

Destaque para o sensacional sampler de “Why can´t I get it too”, essêncial faixa de 1959 dos Six Boys, considerado por muitos o verdadeiro proto-rap, e pela intervenção precisa de Sonny Cheeba da dupla de hip hop Camp Lo.

Vale a pena conferir o vídeo na íntegra, tanto para se divertir com os The Avalanches, quanto para ouvir com atenção um dos melhores sons do ano.

Letras originais de “Because I’m Me” – The Avalanches

If she don’t love me, what can I do? , Just put on my best pair of shoes
Because I, I’m me – Because she said, “he’s the one that drill the charms

Honey let’s go wrong, I just want to know
What’s wrong with me?
Being in love with you
9th grade had the jingles of the swinging rainbow jacket
Law slain go only Django, Snap he accomplished
That’s where my props go, That’s where my pops went
See my percentage is a pennant to the planet
Knock it out the ball park, Frankie
I should not tire this tire

To a better love, let the wings spread
It’ll always come back, baby
Come back, shellac black, baby
A come back, flat black paint on a Chevy
If she don’t love me, what can I do?
Just put on my best pair of shoes

Because I’m me
Because I, I’m me
Because I, I’m me
Because I’m me, I’m me

Never mind my tone when I told Pretty Tony
Listen to my tone, you ain’t catchin’ you a Tony
Award-winning walk when you running with a shottie
Why you running from us?
Why you messing with us?
We ain’t got no guns, we just let the bears witness
The Grizzly, maybe Polar
You ain’t ready, you ain’t ready ‘ready rolled up

Pulling a machete, cut the bamboo paper
And let’s roll out baby.

Composição de Robert Jordan Chater, General N. Johnson, Barney Perkins, Gregory S. Perry.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: