Jeff Beck, Joss Stone e Céu no Best of Blues Festival 2014

Olá galera esta é a minha primeira participação no Vishows portanto perdoem as gafes.

Primeiramente gostaria de elogiar a organização, pois não tivemos nenhum contratempo na chegada e nem na saída do evento, também acho importante dizer que o local escolhido para o show, o WTC Golden Hall, foi muito bom, nunca tinha assistido a um show lá e achei a acústica do espaço excelente pois fica dentro de uma cúpula sobre o Shopping D&D, de forma que com o seu teto curvo sem superfícies paralelas o som tinha pouca chance para reverberar não atrapalhando a audição do público (desculpem o comentário arquitetônico, mas esta é minha profissão e não consigo escapar destes detalhes).

Jeff Beck

Bom vamos lá para o show:

A noite prometia pois era o segundo dia do festival eu tinha ganho os ingressos (que estavam esgotados) e finalmente iria ver um dos meus maiores ídolos: Jeff Beck !!!! 

O show de abertura era da Céu que iniciou pontualmente as 20:00 hs. Acompanho a carreira da Céu a algum tempo e gosto bastante de seus experimentos musicais, mas não acho que foi uma escolha feliz para um festival de Blues, ela fez um show competente tocando a maior parte das músicas de seus dois últimos álbuns  “Caravana Sereia Bloom” e “Vagarosa” deixando para o final suas músicas mais conhecidas como “Malemolência” e “Lenda“.

Admito minha falta de interesse momentâneo pela Céu, pois afinal o festival era de Blues e quando chegamos o show já havia começado, aproveitamos então para conhecer o espaço, assisti quase o show inteiro de longe em pé no bar tomando uma gelada !!!

Agradeçemos pelas ótimas fotos da apresentação da Céu, feitas por Denis Ono – www.denisono.com.br / press: Reduto do Rock – www.redutodorock.com.br

O segundo show da noite foi da cantora inglesa Joss Stone, saímos do bar e fomos procurar os lugares marcados nos ingressos e para minha surpresa além de ter ganho as entradas os lugares eram na primeira fileira de cadeiras a direita do palco (incrível!!! nunca tive tanta sorte). Sentamos então e uma coisa estava me intrigando, a organização pedia durante o intervalo de cada show que o público ficasse sentado em suas cadeiras durante as apresentações e eu não conseguia entender como as pessoas em um show de soul poderiam ficar sentadas!!!!

As luzes se apagaram e a banda entrou tocando, Joss Stone entrou logo depois de vestido branco e descalça como sempre, cantando “The Chokin’ Kind “, o clima foi esquentando e já na segunda música, o hit “Super Duper Love” ela convidou a galera a se aproximar do palco para desespero da organização, pronto!!! Saímos todos correndo e quando vi estava ao lado do palco de frente para a Joss. Sempre muito simpática ela conduziu o show passando por todas as fazes de seu repertório, veio acompanhada do baixista Pete Iannacone que participa das turnês com ela desde o começo da carreira e comanda a banda, assim como o trio afinadíssimo de backing vocals:  Antonia Jenae,  Ellison Kendrik e Artia Lockett (uma ressalva, como o show era um festival e haviam outras atrações, com o pouco tempo para se apresentarem este trio não teve a chance de mostrar o seu potencial como em outros shows, uma pena!!!!). Não consegui identificar o batera nem o tecladista e tão pouco o pequeno nipe de metais (um sax e um trompete), na guitarra veio Andy Falco o mesmo guitarrista que veio com ela para o Rock in Rio.

O show foi seguindo passando por músicas que marcaram sua carreira, la pelas tantas Joss deu o microfone a uma garota da platéia que cantou maravilhosamente bem deixando todos inclusive a cantora impressionados. Ao fim do show Joss disse ao público umas duas vezes que só tinha tempo para tocar uma bem curtinha e fechou com a música Right To Be Wrong“, saindo muito aplaudida e deixando a galera aquecida para o “grand finale“.

IMG_0388IMG_0390IMG_0451IMG_3774IMG_0408

SetList de Joss Stone no Best of Blues Festival 2014

– The Chokin’ Kind (Joe Simon)
– You Had Me / Super Duper Love
– Stoned Out of My Mind (The Chi-Lites)
– Teardrops (Womack & Womack)
–  I Don’t Want to Be With Nobody but You (Dorothy Moore)
– Put Your Hands on Me / Baby Baby Baby
– Karma
– Big Ol’ Game
– Music
– Jet Lag
– Free Me
– (For God’s Sake) Give More Power to the People (The Chi-Lites)
– Right to Be Wrong

Bom no intervalo do show tive a feliz noticia de que a banda que veio para acompanhar o Jeff Beck, não era a mesma que ele esta usando para a turnê deste ano e sim a mesma que tocou com ele no “Crossroad Festival de 2007” sem o tecladista, isto significava ver a Baixista Tal Wilkenfeld prodígio de 28 anos e o baterista Vinnie Colaiuta de 56 anos que tocou com um monte de gente, entre os mais famosos Frank Zappa, Sting, Joni Mitchell e até o nosso Djavan, ou seja um verdadeiro Dream Team como o próprio Jeff Beck definiu ao fim do show.

As luzes se apagaram novamente e a banda entrou atacando com “Stratus” uma musica do baterista de Fusion Billy Cobham.

Uma das coisas mais impressionantes em ver Jeff Beck tocando guitarra é que sua técnica é algo muito particular, ele toca com a mão sem palheta e usa a alavanca da guitarra junto com o botão de volume o tempo todo, de forma que torna-se quase impossível alguém reproduzir o mesmo som, isto dá um caráter muito particular a sua interpretação e faz com que cada música seja tocada sempre de forma diferente.

Voltando ao show a banda entrou tocando “Morning Drew” , música da cantora canadense  Bonnie Dobson que ficou famosa na interpretação da banda psicodélica The Grateful Dead, dando uma arrepiada logo de cara, logo na segunda música entrou Jimmy Hall um vocalista que eu não conhecia e que tinha um jeitão meio Neal Young só que com uma voz bem Blusy. Jimmy cantou “I Ain’t Superstitious” (cover de Howling’ Wolf) entrou e saiu do palco várias vezes cantando músicas do repertório cantado de Jeff Beck, cantou também “Rollin’ And Tumblin’” de Robert Jhonson. Tal Wilkenfeld fez seu lindo solo de baixo em “Cause We’ve Ended as Lovers” (cover de Stevie Wonder) e fez os vocais em “You Shook Me“.

Já da metade para o final do show Joss Stone voltou ao palco para cantar “I Put a Spell On You” e Jimmy Hall entrou na sequencia fazendo um mini medley Hendrix com Little WingFoxy Lady e Maniac Depression, cantou “People Get Ready” música de Curtis Mansfield que ficou famosa na voz de Rod Stewart nos anos 80. Beck então mandou ver no clássico “Blue Wind” e logo após a banda tocou “Going Down” e por fim a performance fantástica de “A Day in The Life” dos Beatles com direito a distorções psicodélicas de sua guitarra, chamou os músicos ao centro do palco e se despediu, até então estávamos todos sentados assistindo ao show meio hipnotizados, achei que havia terminado já que Jeff não pronunciou nenhuma palavra durante o show, quando então os músicos retornaram ao palco para tocar “Where Were You” de seu quinto álbum “Guitar Shop” uma música intimista tocada por ele e Tal Wilkenfeld sentada sobre um amplificador, nesta hora todo mundo correu para a frente do palco deixando a organização novamente em pânico. Para acabar com chave de ouro a banda fez um cover “Wild Thing” do cantor novaiorquino Chip Taylor imortalizada pela performance de Jimi Hendrix no Festival Pop de Monterey, em 1967. Indo embora do evento dava pára ouvir as pessoas comentarem pelos corredores “… este foi o melhor show da minha vida …“, bom não preciso dizer que foi um dos melhores da minha também, ficou a vontade de ir de novo no ano que vem ……. nem que eu tenha que pagar… kkkkkkk!!!!!!!

Abraço a todos até a próxima!!!

SetList de Jeff Beck no Best of Blues Festival 2014

– Morning Dew (Bonnie Dobson)
– I Ain’t Superstitious (Howlin’ Wolf)
– Stratus (Billy Cobham)
– You Never Know
– Cause We’ve Ended as Lovers (Syreeta)
– Big Block
– A Change Is Gonna Come (Sam Cooke)
– Freeway Jam
– Rollin’ and Tumblin’ (Hambone Willie Newbern)
– You Know You Know
– I Put a Spell on You( com Joss Stone)
– Little Wing (The Jimi Hendrix Experience)
– Foxy Lady (The Jimi Hendrix Experience)
– Manic Depression (The Jimi Hendrix Experience)
– People Get Ready (The Impressions)
– Blue Wind
– You Shook Me (Earl Hooker)
– Going Down
– A Day in the Life (The Beatles)

Bis
– Where Were You
– Wild Thing (Chip Taylor)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: