Peter Garrett, confirma seu retorno à musica e a possível volta do Midnight Oil, banda que foi fundamental na cena alternativa austráliana, e que conquistou o mundo como uma das formações roqueiras mais ativas politicamente, sempre antenada com causas ecológicas e humanitárias, muitos anos antes do tema ser quase unanimidade.

[green_box]Garrett ex.vocalista e líder dos Midnight Oil, lançou as 62 anos sua elogiada auto biografia – Big Blue Sky, e em entrevistas recentes diz estar fechando um ciclo em sua vida, saindo da política onde militou nos últimos anos, e voltando a pegar sua guitarra e pensar ativamente em música.[/green_box]

Para quem não sabe o figura se envolveu ativamente no partido trabalhista de seu país, sendo eleito deputado e ocupando importantes cargos em governos de seu partido na Austrália.

Quando perguntado sobre a volta dos Oils pelo Daily Mail, respondeu que a certeza é sua volta ao mundo da música, mas que está aberto para ver o que pode acontecer no futuro, até mesmo uma carreira solo. Mas a verdade é que agora não é somente um boato e sim uma possibilidade real de que uma das maiores bandas de todos os tempos, retorne a ativa e claro compareça no Brasil, onde tem audiência de sobra.

 

Peter e a "volta" do Midnight Oil
Peter e a “volta” do Midnight Oil

Uma volta do Midnight Oil, seria uma ótima notícia, já que grupos com essa pegada tem o raro poder, de com um som de primeira linha, legítimo herdeiro do punk e pós punk do final dos 70´s, conquistar grandes audiências com temas políticos e legitimamente planetários.

Acho que Garrett e seus colegas dos Oil´s, tem muito mais a contribuir para o futuro do planeta colocando a banda na estrada, produzindo um novo álbum, que marque a volta do Midnight Oil para esse milênio, já que o último álbum dos australianos foi o discreto Capricornia de 2002.

Fiquem com a superplaylist e aumentem o som para curtir o Midnight Oil

Tags:

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.