“Simple Minds” versus “Curtir no Face” em São Paulo

Não é “simples” ser o Simple Minds em 2013… que como banda tem punch para se considerar na mesma onda de New Order, Smiths, U2, Echo, Siouxsie & the Banshees, Bauhaus… Mas na real a experiência ao vivo, não lembra nem de perto a catarse que suas apresentações causavam nos 80/90’s, mas a “culpa” não parece ser de Jim Kerr e seus colegas de trabalho.

O que eu ví no espaço das Américas foi um exemplo de profissionalismo do combo escocês, já que a maior parte da audiência, queria mesmo ouvir o hit massivo Don’t You Forget About Me e a mega Alive and Kicking.

Uma pena, pois nesse meio tempo, poucos prestaram a atenção que deviam a sons como Once Upon a Time, Mandela Day, Let the Day, All the Things She Said, Promised You A Miracle e Glittering Prize, que normalmente mantém alta a temperatura de suas apresentações.

Os Simple Minds apesar da apatia geral da audiência, procurou os fãs de verdade, e em respeito a esses adeptos, tocou a apresentação sem se contaminar pelos “excessos de fotinhos para o Facebook com os amigos na balada” que era a principal preocupação do relapso público pagante.

Pontos para a banda !!
A relevância deles é real… a execução precisa das canções, a grande performance e voz de Jim Kerr, o tempero soul da backing vocal, a tecladeira com sonoridade original, e as inteligentes guitarras de Charlie Burchill nos sons mais conhecidos, soaram verdadeiras e os fãs com certeza saíram satisfeitos.

Mas quem saiu de casa para curtir uma balada e postar no Instagram, talvez tenha achado que demorou muito para tocar os hits que valiam a pena, e com a concorrência digital as nuances da performance e a mensagem das canções, não foram captadas como deviam… resultado de uma certa falta de etiqueta digital, presente em todas classes sociais, da balada Funk ao Simple Minds.

Setlist Simple Minds no Espaço das Américas – São Paulo – 09/10/2013
– Broken Glass Park
– Waterfront
– Once Upon a Time
– Mandela Day
– Let the Day
– Hunter and the Hunted
– All the Things She Said
– Promised You A Miracle
– Glittering Prize
– This Fear of Gods
– Don’t You (Forget About Me)
– New Gold Dream
Bis
– Theme for Great Cities
– Neon Lights (Kraftwerk)
– Someone Somewhere in Summertime
– Sanctify Yourself
– Alive and Kicking
– Ghostdancing

Fiquem com Mandela Day em Sampa – Out/13

Um comentário em “Simple Minds” versus “Curtir no Face” em São Paulo

  1. Pingback: Shows de 2013 em retrospectiva Vishows – Vishows

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: